Sábado, 18 de Julho de 2009

Autor: Marc Levy

Edição/reimpressão: 2008
Páginas: 239
Editor: 11 X 17
ISBN: 9789722517836

 

Sinopse

A história passa-se em São Francisco, em julho de 1996. A jovem e bela Lauren, estudante de medicina, sofre um acidente de carro, entra em coma e vai parar no mesmo hospital onde trabalha. Apesar do seu estado, Lauren consegue, espiritualmente, voltar para o seu antigo apartamento. Lá, encontra Arthur, o arquitecto que é o novo morador do imóvel e a descobre no armário do banheiro ao ir tomar banho. Ele é a única pessoa que consegue vê-la, ouvi-la e senti-la.
Inicialmente recusando-se a acreditar na história de Lauren, Arthur só fica convencido de toda a verdade quando vai até o hospital e a encontra desacordada. A partir daí, ele vai fazer o impossível para ajudá-la a voltar ao seu estado natural.

 

Na minha opinião...

É uma história muito romântica e com bastante humor. Dois ingredientes que fazem a combinação para uma leitura muito simpática. Reconheço que foi só após umas dezenas de páginas que se fez luz e me apercebi que aquela história era vagamente semelhante com um filme já visto. Google e, voilá! O filme é o Just like Heaven, com a Reese Witherspoon.

 

Fiquei com vontade de conhecer melhor as obras de Marc Levy, muito em particular pelo tom humorado da escrita. Nesta fase da minha vida, não consigo mergulhar em dramas literários demasiado profundos e preciso da esperança, perseverança e optimismo revelados pelo Arthur.



publicado por ladybug às 03:37
Domingo, 12 de Julho de 2009

Autor: Stephenie Meyer

Edição/reimpressão: 2008
Páginas: 608
Editor: Edições Gailivro
ISBN: 9789895575718

 

 

Sempre cavalheiro, Edward continua a dar provas de amor, lealdade e fidelidade a Bella. Já dela não se pode dizer o mesmo...

 

O livro assume a mesma tónica dos dois anteriores: leitura simplificada, a história é relativamente previsível, as personagens iguais a elas próprias.

 

Um livro com poucas surpresas :)



publicado por ladybug às 01:05

Autor: Stephenie Meyer

Edição/reimpressão: 2007
Páginas: 528
Editor: Edições Gailivro
ISBN: 9789895574469

 

Reconheço que li a Saga Luz e Escuridão de enfiada. Devorei os livros. Estes têm uma escrita fluente, são acessíveis, nada complexos ou pesados, ou não tivessem eles sido escritos a pensar num público adolescente.

 

E este não fugiu à regra. Sou assumidamente Team Edward :) e, portanto, este foi um livro que me deixou um sabor amargo. Quase vivi a angústia de Bella pela ausência de Edward.



publicado por ladybug às 00:57

Autora: Stephenie Meyer

Edição/reimpressão: 2006
Páginas: 480
Editor: Edições Gailivro
ISBN: 9789895572700

 

Muito se tem dito e falado sobre a Saga Luz e Escuridão de Stephenie Meyer. No que me diz respeito, só tenho a agradecer a quase imposição do filme e do livro, porque foi com eles que abri portas da minha vida há muito fechadas.

 

Relativamente ao livro... eu gosto de vampiros. E um vampiro que é imune às cruzes, aos alhos e a essas fatalidades  míticas interessa-me muito mais do que qualquer outro. Os tempos evoluíram e até já temos vampiros "vegetarianos" :)

 

A perspectiva da inserção na sociedade, todo o ritual associado a esse compromisso, as "hierarquias" dentro da classe vampírica e, acima de tudo... o conceito de família, fascinou-me.

 

Dizer que fiquei indiferente a um torturado Edward, ao seu amor por Bella, quando paralelamente se sente um monstro e quer a todo o custo protegê-la dela própria, seria uma mentira. Não fiquei de todo indiferente e a personagem de Edward é, um imaginário de homem (quase) perfeito.

 

Vi o filme primeiro e gostei muito. O livro é, no entanto, substancialmente superior ao filme. A vantagem de ter visto o filme primeiro é conseguir associar uma cara e um corpo a todas as personagens e viver com muito maior intensidade toda a história.



publicado por ladybug às 00:31
mais sobre mim
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Whislist

Confissões ao Luar, Alice Hoffman
333, Pedro Sena-Lino

arquivos
2010

2009

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO